Como instalar o Debian-Wheezy na Galileo

A Galileo é uma placa criada pela Intel para a criação de protótipos compatíveis com o Arduino. A principal inovação desta placa está no processador, um Intel Quark X1000 na arquitetura x86 (32bits) com o mesmo conjunto de instruções do Pentium, e que pode rodar em até 400Mhz (Só em uma simples comparação, o Atmega 328 tem 8bits e roda na maioria das vezes em 16Mhz) e 256MB DDR3.

A Galileo é compatível pino a pino com os shields Arduino e é possível programá-la da mesma forma que o Arduino, utilizando a IDE fornecida pela Intel.

Porém para os projetos mais complexos, onde a demanda por processamento de dados seja maior, dá para utilizá-la com o Linux, que no caso vou ensinar como preparar um SDCard com a distribuição Debian-Wheezy.

O primeiro passo é conseguir a imagem, que pode ser baixada neste link.

Em seguida, com um SDCard de no mínimo 2GB, que não precisa formatar já que o comando utilizado fará isso, execute o seguinte comando no Linux.

sudo dd bs=4M if=<caminho_ate_a_imagem>galileo-1.2.img of=/dev/sdX

Onde, no argumento if= deverá conter o caminho onde a imagem foi baixada e descompactada.

No argumento of= deverá conter o caminho para o SDCard.

Caso não saiba onde o SDCard foi montado, execute o comando mount e busque pelo SDCard.

A execução deste comando pode levar alguns minutos, dependendo da classe e da velocidade de escrita no cartão.

Vale lembrar que o mesmo processo pode ser executado para qualquer imagem e de qualquer sistema, como por exemplo a Raspberry Pi.

Assim que o processo terminar, insira o SDCard na Galileo e um adaptador serial USB de 3.3v (no caso da Galileo segunda geração) para visualizar o console.

Neste exemplo foi utilizado o minicom configurado para 115200bps.

O usuário padrão é root senha é root.

Agora é só instalar os aplicativos desejados via apt-get e iniciar um projeto!

Outro ponto importante é fazer a expansão da partição criada no SDCard para que todo espaço seja ocupado.

A forma mais fácil de fazer é pelo gparted no Ubuntu.

Screenshot-7

Agora faça o resize da partição ext3 para o tamanho máximo.

Screenshot-8

Agora aplique as modificações e pronto!

Screenshot-9

O SDCard está pronto para ser utilizado no seu projeto!

Happy Hacking!